Me jogo no sofá querendo sentir seu abraço, tenho essa péssima mania de deixa pra última hora o que tive uma vida para fazer. 
Vida essa que perdeu o foco e atravessou a rua, talvez fosse preciso te perder para poder me encontrar. 
Procuro debaixo do tapete alguma lágrima sua, que me permita sentir seu gosto outra vez e quem sabe, viajar ao seu encontro nessa breve eternidade. 
Amor com sabor de suicídio, já não sei o que sinto por você.

MateusFreitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário